quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Deputados tentam anistiar caixa 2 e adiam votação do pacote anticorrupção

A votação do relatório final da comissão que analisa o pacote de medidas contra corrupção proposto pelo Ministério Público Federal foi adiada para esta quinta-feira, 17. Oficialmente, a reunião para avaliar o parecer não aconteceu por conta da invasão do Plenário da Câmara, mas deputados de diversos partidos trabalharam o dia inteiro para que o relator Onyx Lorenzoni (DEM-RS) fizesse alterações no texto.

A articulação dos deputados tem como objetivo manter no pacote a previsão de crime de responsabilidade para juízes, procuradores e promotores, além de tentar aprovar a anistia retroativa para quem cometeu crime de caixa 2. Parlamentares também querem a exclusão da proposta sobre o chamado teste de integridade e do item que fala sobre criminalização de enriquecimento ilícito para agentes públicos.

No fim do dia, Lorenzoni sinalizou que poderia fazer mudanças no relatório que será levado a votação nesta quinta. Ele, no entanto, disse que a possibilidade de anistiar o caixa 2 está descartada. “O objetivo do nosso trabalho é tentar conseguir montar um texto que permita sair da comissão com ampla maioria ou com unanimidade. Todo o nosso esforço é para isso”, disse.