sábado, 19 de novembro de 2016

Eletrobras pretende cortar 30% de seus empregados até 2018


A Eletrobras pretende cortar 5.662 empregados, o equivalente a 30% de seu quadro atual, até 2018. Os cortes fazem parte do novo plano de negócios da estatal para o período entre 2017 e 2021, que prevê também redução de 29% no investimento e venda de R$ 4,6 bilhões em ativos.

A redução do quadro de empregados se dará por meio de dois planos: um de aposentadoria incentivada e outro de demissões na área administrativa. Ambos devem render uma economia de R$ 1,536 bilhão por ano, informou nesta sexta (18) o presidente da estatal, Wilson Ferreira Jr.

O pagamento dos benefícios aos empregados que aderirem aos planos custará à companhia R$ 2,6 bilhões.