terça-feira, 1 de novembro de 2016

Fátima Bezerra protesta contra privatização da UERN


A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) classificou como “um disparate e um absurdo” a proposta de privatização da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte como saída para reduzir a crise financeira do estado, feita pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Cláudio Santos. Ela disse que a proposta foi recebida com indignação pelos professores, estudantes e servidores da instituição.

Fátima Bezerra afirmou que a Uern é fundamental na formação de recursos humanos no Rio Grande do Norte, contando hoje com 15 mil alunos, 83 cursos de graduação, seis campi e 11 núcleos acadêmicos espalhados pelo estado.

“Sabemos que situação do estado é grave, mas, por favor, privatizar ensino público, abrir mão da nossa universidade estadual não é, de maneira nenhuma, a solução para reverter a crise financeira pela qual passa o estado”, disse a senadora.