quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Internado, Garotinho sofre com dores no peito e marca exames


O ex-governador Anthony Garotinho, preso ontem (16) pela Polícia Federal, permanece internado na unidade coronariana do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio, em monitoramento intensivo. Garotinho deu entrada às 18h desta quarta-feira, com um quadro de dores no peito e alteração da pressão arterial e dos batimentos cardíacos.

De acordo com nota divulgada na tarde de hoje (17) pela Secretaria Municipal de Saúde, os dois eletrocardiogramas e os exames laboratoriais feitos no paciente indicaram a necessidade de um ecocardiograma de esforço, feito na manhã desta quinta-feira. Durante o exame, o paciente relatou dor intensa sugestiva de angina (dor no peito causada pelo enfraquecimento dos músculos do coração).

Ainda segundo a nota, pelo protocolo da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), há indicação para exame de cateterismo para investigação de obstrução das artérias coronárias. O exame foi agendado para segunda-feira (21), no Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro.

Garotinho é acusado de compra de votos na eleição municipal de Campos dos Goytacazes, onde ele é secretário municipal de governo e sua esposa, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, é a atual prefeita. Os dois são suspeitos de usar o programa municipal Cheque-Cidadão com fins eleitorais.