domingo, 6 de novembro de 2016

‘Minha Casa, Minha Vida’ tem 25% dos beneficiários inadimplentes

Um levantamento feito pelo governo mostra que 25% dos beneficiários do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ de renda mais baixa não estão pagando as prestações dos imóveis. Um em cada quatro está inadimplente. No fim das contas, essas pessoas podem perder o imóvel por causa de uma prestação de valor baixo, de menos de R$ 30 por mês.

Esse é um dos problemas, mas tem outros. Além da falta de pagamento, o governo suspeita que alguns beneficiários tenham alugado, o que é proibido, ou até vendido o imóvel. O governo vai fazer uma campanha para que os beneficiários do programa com prestações em atraso regularizem o pagamento.

O projeto piloto vai ser em um condomínio do “Minha Casa, Minha Vida” em Brasília. São mais de 5 mil apartamentos financiados pelo governo, na faixa 1 do programa, aquela voltada para famílias de baixa renda. Os beneficiários pagam apenas cerca de 10% do valor total do imóvel, no prazo de dez anos, em prestações baixas, de R$ 25, R$ 30. A mais alta é de R$ 270.