quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Nada de sessão ao vivo no STF


Com parlamentares de legendas de todas as cores do espectro partidário na iminência de virarem réus no Supremo pela Lava Jato, a Câmara resolveu dar andamento a um projeto de lei apresentado em 2013, no auge do julgamento do mensalão do PT: a proibição de a TV Justiça transmitir sessões do Supremo Tribunal Federal(STF) e dos demais tribunais superiores que envolvam o julgamento de processos penais e cíveis.

A proposta foi aprovada na última sexta-feira pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara e segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).