domingo, 27 de novembro de 2016

‘Não vejo heróis na Lava Jato’, diz Calloni, do filme da Operação


Às vésperas de fazer 55 anos, que completa no próximo dia 6, o ator Antonio Calloni, conhecido por novelas como Caminho das Índias e Salve Jorge, além da ótima série Justiça, recém-exibida pela Globo, começou a atuar como aquele que talvez seja o seu maior personagem no cinema. Calloni será um dos principais investigadores, e o narrador, do filme sobre a Operação Lava Jato previsto para 2017, Polícia Federal – A Lei É para Todos.

Nem por isso, no entanto, o ator cai na tentação de endeusar as figuras que representa. “Não vejo heróis nessa história”, diz, em entrevista por telefone do Rio de Janeiro, para onde retornou depois de filmar cenas na última semana em Curitiba, a sede da operação que transformou em personalidade o juiz Sergio Moro. “Fizemos a cena de uma coletiva de imprensa com os investigadores, uma conversa entre os delegados e a apreensão das coisas que os advogados levavam para os presos da Lava Jato, coisas absurdas como água importada e presunto de Parma.”