quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Nem invente de baixar decreto de calamidade pública


O Governo Robinson Faria (PSD) anda se saracoteando para lançar mão de um “decreto de calamidade pública”, admitindo insolvência do Estado e à espera de socorro do Governo Temer.

Bom tirar o cavalinho da chuva.

O sinalizador de reprovação ao expediente foi dado à semana passada pelo ministro Henrique Meirelles, da Fazenda. Ao ser inquerido sobre chororô nesse sentido do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, ele deixou claro que não funcionará a pressão.

Recado dado.

Em junho o Governo do Rio já conseguira um socorro da União, da ordem de R$ 2,9 bilhões para viabilizar a realização dos Jogos Olímpicos.