sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Presidente do Tribunal de Justiça do RN critica lei que exige uso de farol em rodovias durante o dia

Ao participar de uma palestra na Feira do Empreendedor, evento que acontece desde quarta e segue até sábado (12) na Ilha de Sant’Ana em Caicó, o presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Cláudio Santos fez sérias críticas, ao que ele classifica de indústria da multa para o bolso dos brasileiros.

Deu como um dos exemplos a mais recente Lei do Farol, que obriga o motorista a dirigir seu veiculo com os faróis acessos, mesmo durante o dia. Cláudio Santos classificou a lei como desnecessária e um desrespeito ao direito do brasileiro de ir e vir. Segundo ele, a Lei não traz benefícios e sim mais impostos para o cidadão. A declaração de Santos arrancou aplausos da platéia que assistia a palestra.