sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Preso custa 13 vezes mais do que um estudante no Brasil, diz presidente do STF


A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, disse durante o 4º Encontro do Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual e da 64ª Reunião do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), em Goiânia (GO) que um preso no Brasil custa R$ 2,4 mil por mês e um estudante do ensino médio custa R$ 2,2 mil por ano. 

"Alguma coisa está errada na nossa Pátria amada”, disse. 

Cármen Lúcia afirmou que a violência no país exige mudanças estruturantes e o esforço conjunto de governos e da União. 
A ministra tem visitado presídios para ver de perto as condições das unidades. Até o momento, Rio Grande do Norte e Distrito Federal receberam visitas de surpresa, e a ideia é inspecionar todos os Estados.