terça-feira, 8 de novembro de 2016

Revista elege Corinthians como clube mais valioso da América pelo quarto ano consecutivo


O Corinthians voltou a encabeçar a lista das 50 equipes mais valiosas da América. Em lista publicada nesta segunda-feira pela edição mexicana da Revista Forbes, o Timão repetiu o feito dos últimos três anos e foi eleito o clube com maior valor de mercado do continente: 532,7 milhões de dólares, o equivalente a mais de R$ 1,7 bilhão.

De acordo com a publicação, “todos os torcedores do Corinthians poderiam invadir países e povoá-los”. A revista acrescenta ainda que o clube possui mais de 30 milhões de fãs e, em 2015, arrecadou cerca de 70 milhões de dólares. “Nenhum outro time brasileiro no continente possui maior receita com direitos de televisão, publicidade e venda de camisas que eles”, sentencia a Forbes, que também cita a Arena Corinthians e a classifica como “estádio mais caro do país”.

O ranking divulgado pela revista leva em consideração quatro principais critérios: o valor dos jogadores que pertencem ao elenco (a conta não inclui atletas emprestados), a arrecadação com direitos de transmissão, o custo do estádio próprio e a avaliação financeira da marca.

Além do Corinthians, outros dois times nacionais aparecem no levantamento: o arquirrival Palmeiras e o Grêmio, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Segundo a reportagem, a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil beneficiou as agremiações do país, haja vista a inauguração de novas arenas para o principal evento esportivo do planeta.

Não o bastante, o Timão teve valorização considerável em relação à última temporada. A efeito de comparação, em 2014, a equipe do Parque São Jorge tinha patrimônio orçado em US$ 579,9 milhões. Já no ano passado, mesmo com a conquista do hexacampeonato brasileiro, o clube acabou avaliado em US$ 511.7 milhões.