quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Safra processa Samarco nos EUA por desastre em Mariana


A mineradora Samarco foi processada nos Estados Unidos pelo banco Safra, que representa credores da companhia. A ação foi perpetrada pela sucursal do banco nas ilhas Cayman, em nome dos detentores de títulos com vencimento em 2022, 2023 e 2024.

Na ação, é pedida uma indenização por supostas violações das leis do mercado de capitais dos Estados Unidos. Ela foi aberta em Nova York porque o banco comprou papéis da Samarco no distrito financeiro da cidade. O Safra também alega que as declarações da empresa davam a entender que todas as medidas para evitar acidentes estavam sendo tomadas, o que se provou uma mentira após o rompimento da barragem de Fundão, em novembro do ano passado, que deixou 19 mortos, devastou o rio Doce e desabrigou centenas de pessoas.