domingo, 6 de novembro de 2016

Soldados do Exército são presos após urinarem em carne de escola da corporação



Pelo menos três alunos da Escola de Equitação do Exército estão presos disciplinarmente após urinarem na carne que seria servida a seus superiores, a maioria cabos e soldados. Nas imagens, feitas no último domingo, dois deles aparecem rindo, no rancho da unidade, localizada na Zona Oeste do Rio. Em seguida, um terceiro aponta a genitália para os bifes que estavam cortados na pia e urina neles. “Chega, cara, tá maluco”, diz um rindo, após o ato.

Foi apurado que a carne chegou a ser servida aos outros militares, que sentiram o gosto da urina. O vídeo foi enviado a um grupo da unidade, e chegou às mãos da direção, que identificou os soldados. Eles não tiveram os nomes divulgados pelo Exército.

Em nota, o Departamento de Educação e Cultura da corporação afirmou que “os soldados esperaram um momento em que os graduados e os soldados mais antigos não estavam presentes no local para praticar os atos”.

Todos foram incorporados neste ano na força militar e estão recolhidos disciplinarmente. O caso ainda será avaliado para uma eventual futura punição, como a expulsão. “A punição aplicada será proporcional a gravidade dos fatos, mantendo o caráter educativo da punição e a demonstração firme da necessidade de se obedecer as normas e as leis que regem o bom convívio entre militares”, diz a nota.