Violência obriga famílias a deixaram a zona rural de Japi - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

14/04/2017

Violência obriga famílias a deixaram a zona rural de Japi


Assaltos, furtos e tentativas de homicídio confirmam um fenômeno que assusta a área rural de Japi. Antes lugar de sossego, o campo entrou na mira dos criminosos. 

Com a violência, pelo menos 16 famílias deixaram para trás lugares onde viveram gerações e migraram para cidades que se confundem em suas divisas como Campestre, Gameleiras, Tangará e a própria Japi. Para os idosos, em especial, a separação da terra em que plantaram e criaram seus “bichos” abre caminho à tristeza.  A informação foi confirmada ao Blog do Joabson Silva por um motorista da Operação Pipa, que abastece as cisternas dos moradores e pediu para não ser identificado.

Os centros urbanos desses municípios nada oferecem de atrativo para quem encontra sentido na agricultura e na pecuária. E amedrontados com os crime, as pessoas do campo são empurrados a venderem seus sítios ou a passarem os dias na zona rural e as noites nas cidades. Agem por instinto de sobrevivência. E as três tentativas de homicídios, ocorridas no início do mês, reforça atitudes de quem se vê encurralado pelo crime.