Fátima Bezerra ocupa presidência e barra votação da reforma trabalhista - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

11/07/2017

Fátima Bezerra ocupa presidência e barra votação da reforma trabalhista


A senadora do Rio Grande do Norte pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Fátima Bezerra está neste momento ao lado de outros senadores de oposição ocupando a Mesa Diretora do Senado Federal, que planeja votar ainda nesta terça-feira 11 o texto da reforma trabalhista, uma das propostas polêmicas apresentadas pelo governo de Michel Temer.

Diante do fato, o presidente da Casa Legislativa, senador Eunício Oliveira (PMDB), suspendeu a sessão e determinou que as luzes do plenário fossem apagadas até que os parlamentares da oposição desocupassem os lugares da Mesa. Neste momento, o painel eletrônico marcava a presença de 49 dos 81 senadores no plenário.

Além de Fátima, as demais senadoras que estão ocupando a Mesa são Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Regina Sousa (PT-PI). Pelas regras do Senado, qualquer senador pode abrir uma sessão, desde que haja quórum, e foi exatamente isso que as oposicionistas fizeram.

Contrárias à reforma trabalhista, elas aproveitaram a primeira hora da sessão para passar a palavra para outros parlamentares que discursavam contra a proposta enviada pelo governo. Por volta de meio-dia, quando Eunício chegou ao plenário, ele quis ocupar a cadeira que cabe a ele na mesa, a da presidência da Casa.

No entanto, Fátima não quis ceder o espaço para o presidente. Ele usou o microfone da senadora, apesar da resistência dela, para avisar que cortaria o som dos microfones se ele não pudesse se sentar. Após essa confusão, Eunício suspendeu a sessão. Após isso, a senadora Lídice da Mata então deixou a cadeira que estava ocupando na mesa e foi para a parte do plenário onde fica a maioria dos parlamentares. As outras quatro se mantiveram nas cadeiras onde se sentam os integrantes da Mesa Diretora.