Robinson promete empenho e auxílio ao desenvolvimento da atividade salineira - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

20/07/2017

Robinson promete empenho e auxílio ao desenvolvimento da atividade salineira


Em audiência articulada pela deputada estadual Larissa Rosado (PSB), a classe política do Rio Grande do Norte se reuniu no município de Mossoró na última segunda-feira, 17, para debater a evolução da prática salineira no estado. A reunião teve o intuito de sensibilizar o governador Robinson Faria (PSD) no sentido de unir o Governo do Estado aos empresários na luta para mostrar a importância econômica e social do sal para todo o Brasil.

“Nós temos que sobretudo, mostrar para o Brasil a importância do sal potiguar, respeitando o trabalho e o desafio dos salineiros em caminhar entre o desenvolvimento e a sustentabilidade”, disse Larissa, explicando que, além das parcerias ambientais e das ações desenvolvidas a partir da criação do GT-Sal (Idema e Ibama), o governo precisa dar atenção ao Porto Ilha, que necessita estar equipado e modernizado.

O governador Robinson, também presente no encontro, garantiu o apoio do governo na atividade. “Trata-se de uma atividade que vem sofrendo injustiças ao longo do tempo, com a redução da alíquota para importação de sal produzido no Chile e com as restrições impostas pela legislação federal. Os salineiros hoje são sobreviventes. O que precisar ser feito para reverter as dificuldades terá o meu apoio e da equipe do nosso governo que é parceiro dos salineiros do Rio Grande do Norte. Essa luta deve estar acima dos partidos. E requer muita ousadia de todos nós, para que possamos convencer autoridades e órgãos federais a retirar as barreiras que estão nos prejudicando”, prometeu.

Robinson disse que vai se reunir com o presidente Michel Temer para tentar viabilizar a conclusão do pleito. “Vou solicitar audiência ao presidente e que ele inclua na reunião a presença do ministro do Meio Ambiente. Importante também que a nossa Assembleia Legislativa e as Câmaras Municipais de Mossoró e municípios produtores de sal aprovem leis colocando a atividade como de interesse social. Isso reforçará nossa luta”.

O senador Garibaldi Alves (PMDB), por sua vez, foi outro que ouviu o pedido dos salineiros. O parlamentar se comprometeu em ajudar como membro da bancada Federal e levar o pleito a Temer, reconhecendo a importância da atividade econômica para o estado. “O sal gera cerca de 60 mil empregos no RN e em tempos de crise não podemos ignorar impactos negativo nesta atividade econômica. Ela é de interesse social e econômico para o estado, portanto, vamos levar estes argumentos ao presidente”, garantiu.

Diretor-presidente do Instituto do Desenvolvimento do Meio Ambiente (Idema), Rondinelle Oliveira, foi mais um a colocar seus serviços à disposição da indústria salineira, analisando que é importante que a atividade se adeque ao Código Florestal e às normas legais. Flávio Azevedo, secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, avaliou que o pleito “é de fundamental importância para a manutenção das atividades”. Azevedo explicou que o fortalecimento da luta dos empresários é imperativo.

Ailton Torres, porta-voz dos salineiros, destacou a relevância da atividade, lembrando que a classe responde “por 97% da produção nacional” e que enfrenta problemas com a “queda na produção desde 2008, em função de adversidades climáticas e, agora, para completar as dificuldades fomos surpreendidos por 112 autos de infração, 19 embargos e 37 notificações que resultaram em multas totalizando 80 milhões de reais”.

Além dos mencionados, também compareceram à reunião a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), os deputados estaduais Galeno Torquato (PSD) e José Dias (PSDB). A presidente da Câmara de Vereadores de Mossoró, Izabel Montenegro (PMDB), o presidente do Siesal, Francisco Souto Filho, e o representante da Federação das Indústrias do RN – Fiern, Hélder Maranhão, além de empresários e representantes políticos de municípios vizinhos produtores de sal.