80% dos pacientes do Walfredo são vítimas de violência, dizem médicos - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

14/08/2017

80% dos pacientes do Walfredo são vítimas de violência, dizem médicos

(FOTO: ALBERTO LEANDRO)
A maior unidade hospitalar do Rio Grande do Norte reflete a realidade violenta vivenciada no estado. De acordo com associações médicas, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é ocupado de forma majoritária por pacientes vítimas da violência. Eles correspondem a mais de um terço dos casos de morte registradas no complexo.

“80% do Walfredo é ocupado por violência urbana”, declarou Marcos Lima de Freitas, presidente do Conselho Regional de Medicina do RN, o Cremern. De acordo com o médico, 36% das declarações de óbito do hospital nos últimos seis meses foram de assassinatos.

Os dados apresentados na tarde desta quinta-feira, 10, durante lançamento da campanha da classe médica do estado pela paz, mostram que a violência não para de crescer. Isso se observa com a demanda de pacientes do Walfredo Gurgel.

De acordo com os números apresentados, o hospital atendia uma média de 56 pacientes vítimas de violência a cada mês. Neste ano, a taxa subiu para 62.

A categoria médica se diz amedrontada com a onda de violência sofrida pelos potiguares e promete agir para chamar a atenção dos governantes já a partir desta quinta.

“No próximo dia 16, vamos nos reunir para traçar estratégias. Depois vamos às unidades de saúde falar com os profissionais, pregar panfletos e conclamar outras categorias a agir diante dessa situação”, disse o presidente da Associação Médica do RN, José Rosendo.