Em meio a protestos, Dória recebe título de Cidadão Natalense - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

16/08/2017

Em meio a protestos, Dória recebe título de Cidadão Natalense


O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), recebeu, nesta quarta-feira (16), da Câmara Municipal de Natal o título de Cidadão Natalense. O tucano chegou à cidade por volta das 12h e foi direto para o Teatro Riachuelo, no shopping Midway Mall, onde aconteceu a cerimônia de nomeação. Dentro do shopping, manifestantes protestaram contra a atribuição do título a Dória e gritaram que “ele nunca será natalense” porque “nunca fez nada por Natal”. 

Durante a cerimônia, o presidente em exercício da CMN, o vereador Ney Lopes Júnior, armou que o título foi atribuído ao prefeito de São Paulo em reconhecimento ao seu trabalho enquanto presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), que foi dirigido por João Dória na década de 80. 

“É um registro de sua importância para o desenvolvimento do turismo. Ele colaborou para que Natal se transformasse em rota turística para todo o país e merece nossa eterna gratidão”, ressalta Ney Lopes Júnior. 

O vereador também citou a atuação de Dória como “facilitador do financiamento de hotéis da Via Costeira, restaurantes e outros equipamentos turísticos” e aproveitou a oportunidade para propor uma parceria entre Natal e São Paulo. Segundo Ney Lopes Júnior, é da capital paulista que saem a maior parte dos turistas brasileiros e sua ideia é criar acordos de cooperação para que esses turistas sejam incentivados a conhecer Natal. 

Em agradecimento, o prefeito de São Paulo declarou que “o povo desse estado é um orgulho para o Brasil”. Para Dória, a homenagem é “parte da generosidade desse povo”. O prefeito disse ainda que voltar em Natal após quase 30 anos desde a última vez em que esteve aqui é “um resgate da memória”. 

“Naquela época, reconheci Natal como um grande destino turístico e continuo enxergando isso. Aliás, melhorou porque a infraestrutura da cidade se ampliou e se aperfeiçoou. Um novo aeroporto foi construído e agora é explorado pelo setor privado, novos hotéis, melhor estrutura urbana... As características que já eram boas, como a beleza natural, gastronomia e desenho da cidade, estão melhorados com a ampliação da infraestrutura. Natal está preparada para crescer e impulsionar seu turismo”, arfimou Dória. 

Perguntado sobre a proposta de parceria entre Natal e São Paulo, o prefeito da capital paulistana declara que gostou da oferta e que agora é preciso de reunir com os gestores potiguares para articular sua execução. E reitera: “São Paulo é o maior emissor de turismo do Brasil e da América Latina. Faz todo sentido que as ações do turismo possam estar lá. Onde pudermos ajudar, faremos.

Protestos

Os protestos contra a entrega do título de Cidadão Potiguar ao prefeito de São Paulo começaram por volta das 9h30 na calçada do shopping Midway Mall. Às 11h, quando estava previsto o início da cerimônia, os manifestantes entraram no centro comercial, em pequenos grupos, e foram até a entrada do Teatro Riachuelo, localizado no terceiro piso do shopping. 

Os seguranças do Midway Mall fizeram uma corrente humana para impedir que o grupo avançasse até o local do evento. Neste momento, houve um princípio de confusão. Seguranças e manifestantes trocaram empurrões, mas a situação logo foi normalizada e ninguém ficou ferido. 

O protesto continuou acontecendo no corredor do shopping, onde estudantes, partidos de esquerda, sindicalistas e representantes dos movimentos de moradores de rua gritaram que “Dória nunca será natalense” porque “nunca fez nada por Natal”. Os manifestantes também criticaram a gestão de Dória em São Paulo, acusando seu governo de “higienista e racista”. 

Para a presidente do Conselho Regional de Serviço Social do RN, Luana Soares, que participava do protesto, “conceder o título de Cidadão Natalense a João Dória é um verdadeiro absurdo. Ele é um criminalizador da pobreza e violador dos direitos humanos”. E exemplifica: “ele tentou exterminar a cracolândia de uma forma extremamente violenta e tem acabado com as políticas de assistência social de São Paulo.

Flávio Rocha é homenageado


A cerimônia também prestou homenagem ao empresário potiguar Flávio Rocha, presidente da Riachuelo, citado pelo vereador Ney Lopes Júnior como “uma referência para a economia no Rio Grande do Norte, projetado no Brasil e no Mundo”. 

A medalha é considerada a maior honraria do poder Legislativo Municipal, instituída em homenagem a Miguel Joaquim de Almeida e Castro, conhecido como Padre Miguelinho, potiguar que ganhou notoriedade nacional após sua participação na Revolução Pernambucana em 1817.

Do Novo Jornal