'Era um sonho', diz noiva que chegou ao casamento em carro da Polícia Militar - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

24/10/2017

'Era um sonho', diz noiva que chegou ao casamento em carro da Polícia Militar


A noite de domingo (22) foi especial para o casal Érica e Gerivaldo Constantino, que resolveu trocar alianças após sete anos de relacionamento. A cerimônia, porém, teve um fator inusitado: a noiva chegou ao local do casamento em um carro da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, com direito a sirenes e giroflex ligados. Era a realização de um desejo de Érica, de 26 anos, que na infância sonhava em ser policial.

A festa aconteceu em uma chácara em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal. A noiva contou que alguns convidados se assustaram com a chegada da viatura, mas, para ela, o momento foi mágico. "Eles não estavam esperando a chegada da polícia, com sirene e tudo", disse.


O chef de cozinha Gerivaldo, o noivo, de 40 anos, sabia do plano e aprovou a ideia, mas não tinha certeza se Érica realmente teria coragem de chegar à cerimônia no carro da PM. Os policiais do 4º Batalhão levaram a noiva do salão onde ela se arrumou para a festa até a chácara.

"Eu tinha um sonho, desde a infância, de ser policial. Como não concretizei, pedi ao comando da PM, e eles atenderam ao meu pedido", revela a noiva, que é estudante de Enfermagem. "Sempre achei muito bonito ver mulheres fardadas e considero um importante serviço à sociedade", completou.

A solicitação foi recebida no Comando da PM, em Natal, cerca de três dias antes da cerimônia. Segundo o comandante do Policiamento Metropolitano de Natal, coronel Zacarias Mendonça, a PM tem um perfil comunitário e de parceria com a população e, por isso, atendeu ao pedido. "A gente vê, em um gesto como esse, a valorização do trabalho da Polícia Militar", disse.


Ainda de acordo com o coronel, a viatura usada para levar a noiva ao casamento é a do comandante do batalhão e não desfalcou "em nenhum momento" o policiamento ostensivo.

Os militares disseram à noiva que ficaram comovidos com o pedido, visto por eles como uma homenagem à corporação. Eles contaram que já tinham escoltado noivas a cerimônias, mas que esta era a primeira vez que levavam uma no próprio carro da PM.