Suzane Richthofen e Anna Carolina Jatobá deixam prisão em indulto do Dia da Criança - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

12/10/2017

Suzane Richthofen e Anna Carolina Jatobá deixam prisão em indulto do Dia da Criança


Beneficiadas pela saída temporária de Dia das Crianças, as presas Suzane von Richthofen, condenada pela morte dos pais em 2002, e Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, deixaram a prisão, em Tremembé (SP), na manhã desta quarta-feira (11).

Elas tiveram a saída autorizada na terça-feira (10) pela Justiça. Ambas cumprem pena no regime semiaberto na penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier ('P1 feminina') e têm direito a cinco saídas no ano. Além do Dia das Crianças, elas podem sair na Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e no período entre Natal e Ano Novo.

Elas, que foram flagradas pela reportagem da TV Vanguarda, saíram por volta das 8h e devem retornar até as 17h da próxima segunda (16).

Para sair, ambas informaram à Vara de Execuções Criminais (VEC) o endereço onde irão permanecer e também deverão seguir regras. Elas têm restrições de horário e não podem estar na rua após as 22h, por exemplo.

Esta foi a primeira vez que Anna Carolina Jabotá, cumprindo pena no regime semiaberto desde julho, teve direito à 'saidinha'. Ela está presa em Tremembé desde 2008. A detenta, que não deu entrevista, partiu em uma SUV acompanhada por uma mulher não identificada.

Mãe de duas crianças, de 10 e 12 anos, ela deve passar o período com eles. O advogado de Anna Carolina, Roberto Podval, disse que não iria comentar a saída da cliente.

Suzane está no semiaberto desde 2015 e saiu da prisão pela primeira vez em abril do ano seguinte, no feriado de Páscoa.

A detenta tem um namorado que foi buscá-la na penitenciária nesta quarta. Eles costumam ir para Angatuba (SP), onde ele mora. Ela também não deu entrevista.

Comparsas

Alexandre Nardoni, pai da menina Isabella, segue cumprindo pena no regime fechado em um presídio em Tremembé. Ele terá direito a pedir a progressão de regime em julho de 2019, quando tiver cumprido 2/5 da pena.

Já os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos, cunhado e namorado de Suzane na época do crime, respectivamente, também cumprem pena no regime semiaberto e têm as saídas autorizadas nos feriados.