Reaplicação do Enem será apenas para candidato prejudicado por falta de energia - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

08/11/2017

Reaplicação do Enem será apenas para candidato prejudicado por falta de energia


Cerca de 3,5 mil participantes de nove locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que foram afetados por falta de energia elétrica no último domingo (5) poderão participar da reaplicação da prova, prevista para dezembro. Os problemas ocorreram em nove locais: um em Olinda (PE), um em Teresina (PI), e em sete endereços em Uruaçu (GO).

Os alunos afetados poderão refazer a prova no dia 12 de dezembro e devem fazer a prova de matemática e ciências da natureza no próximo domingo (12), nos mesmos locais.

Mas quem faltou no primeiro dia de prova não poderá fazer o exame em outro dia. Segundo o edital do Enem, o não comparecimento às provas nas datas e horários informados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) caracterizará ausência do participante, não havendo segunda oportunidade.

A ausência do candidato na primeira prova não impede a realização da segunda prova, que será no próximo domingo (12). No entanto, como terá perdido grande parte do exame, inclusive a prova de redação, a média final ficará comprometida, dificultando a classificação. Mas o candidato pode fazer a prova como forma de treinamento para os próximos anos.

Abstenções

Do total de 6,73 milhões de inscritos confirmados no Enem deste ano, mais de 2 milhões não compareceram ao primeiro dia de prova, o que representa uma abstenção de 30,2% em todo o país. Os estados com maiores índices de abstenções foram o Amazonas (39,3%), Roraima (36,4%) e Mato Grosso do Sul (36,2%).

A partir deste ano, o participante que teve isenção no pagamento da taxa de inscrição do Enem, que não compareceu às provas e não justificar essa ausência perderá o direito a nova isenção no ano que vem. Nesse caso, o candidato deverá apresentar atestado médico, documento judicial, certidão pública ou boletim de ocorrência que comprove e justifique a ausência no exame.

Neste ano, 48,2% dos candidatos inscritos no Enem foram isentos da taxa de inscrição em função da baixa renda familiar.