William Waack é afastado do Jornal da Globo - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

09/11/2017

William Waack é afastado do Jornal da Globo


William Waack, apresentador do Jornal da Globo, foi afastado de suas funções após ser acusado de racismo. Em vídeo publicado na internet, ele afirma, irritado, que o barulho de uma buzina é "coisa de preto". A cena foi registrada nos bastidores de uma cobertura em frente à Casa Branca durante as coberturas das eleições norte-americanas, em outubro de 2016. 

Na ocasião, o jornalista reclama do barulho de buzina e resmunga. "Tá buzinando por quê, ô seu m*** do c****? Deve ser um… não vou falar de quem, eu sei quem é." Em seguida, se aproxima do ouvido do comentarista Paulo Sotero e parece dizer: "É preto, preto". Sotero ri constrangido e o apresentador balbucia: "É coisa de preto… sim, com certeza".

Segundo a nota divulgada pela emissora no início da noite desta quinta-feira, 8, Waack não se lembra do que declarou. Ainda segundo o texto, Waack e a emissora devem conversar para "decidir como se desenrolarão os próximos passos".

Leia a íntegra do comunicado da Globo:

"A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos."