“RN entra no radar dos milionários do mundo”, diz secretário de Turismo - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

07/12/2017

“RN entra no radar dos milionários do mundo”, diz secretário de Turismo


Desde que o governador Robinson Faria determinou maior agilidade nos processos de licenciamento ambiental, investimentos novos e grandes passaram a buscar o Rio Grande do Norte. Os números são espetaculares.

Depois da chegada por aqui do grupo português Galé, importante no ranking das 207 maiores empresas do segmento turístico no mundo e que constrói um resort com 515 quartos e um centro de convenções com 1.750 m² no Litoral Norte, agora é a vez de um dos maiores empreendimentos hoteleiros do País desembarcar em Baia Formosa com dois resorts e uma vila de casas de alto padrão.

Trata-se de investimentos da ordem total de US$ 1,5 bilhão do Six Senses Resorts & Spa, um grupo polonês conhecido construir propriedades de luxo sustentável na Ásia. A estreia da empresa na Europa foi em 2015, no Vale do Douro, em Portugal. O ingresso do grupo no Brasil será pelo Rio Grande do Norte que irá receber o resort Six Senses, o primeiro nas Américas. Na primeira fase, o investimento prevê um investimento de US$ 400 milhões.

Segundo o secretário estadual de Turismo, Rui Gaspar, o Rio Grande do Norte passou a ser considerado excelente local para o investimento hoteleiro a partir de um trabalho de convencimento junto a players internacionais do turismo de que o estado faz hoje um trabalho consistente para acolher e facilitar novos projetos na área, começando pelo tempo na aprovação por parte de seu órgão ambiental.

Além disso, afirma Gaspar, o projeto aumenta a crença de que a crise econômica que atingiu fortemente o país no ano passado, com o impeachment da presidente Dilma Roussef, já começou a ficar para trás. “Temos hoje a clara impressão que a reforma trabalhista e o caráter de vivermos uma economia de mercado já começam a surtir efeito entre investidores que buscam um bom local para aportar seu capital”, acrescentou.

Para o secretário, a simples presença do grupo polonês no RN e ingressando nas Américas pelo Rio Grande do Norte é por si uma só uma referência luxuosa capaz de atrair investimentos de outros grupos concorrentes no mesmo segmento. “O RN vai entrar no radar dos milionários do mundo”, anima-se Gaspar.

Piotr Maj, chefe de gerenciamento de projetos da Gremi International, uma das empresas investidoras em Baia Formosa, explica que o empreendimento será construído em uma área de cerca de cinco hectares e terá espaços para spas, atividades esportivas, campo de polo, pesca, planetário, além de um centro de proteção de tartarugas.

Mas lembra que agora o projeto de 800 unidades contempla apenas 58 casas de 190 metros quadrados cada no valor unitário de R$ 5 milhões.