Tentativa de furar bloqueio do Exército no Rio deixa um morto e três feridos - Joabson Silva

NOVAS

28/12/2017

Tentativa de furar bloqueio do Exército no Rio deixa um morto e três feridos


Um homem morreu e três pessoas ficaram feridas (duas são soldados do Exército), após tentativa de furar um bloqueio do Exército na Vila Militar de Deodoro, na zona oeste do Rio. O incidente aconteceu por volta das 21h de ontem (27), quando suspeitos tentavam fugir de uma perseguição policial.

Segundo nota divulgada pela Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste, um veículo da marca Ford, modelo Eco Sport, de cor branca, fugindo de perseguição policial, invadiu em alta velocidade a Vila Militar.

“Após furar um primeiro ponto de bloqueio e controle estabelecido na via, o condutor do veículo não obedeceu à ordem para que parasse e atropelou dois soldados da Polícia do Exército posicionados em um segundo bloqueio”, diz a nota.

O veículo seguiu em frente, ainda em velocidade, na direção de uma patrulha que atirou contra ele, atingindo dois dos seus ocupantes. Outro suspeito armado conseguiu fugir do local. A nota do Exército informa que os dois suspeitos foram conduzidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, onde um já chegou morto.

Dentro do carro foram encontrados “dois simulacros” (imitação) de pistolas.

“Os militares feridos no atropelamento foram encaminhados ao Hospital Central do Exército. Um deles encontra-se com traumatismo craniano e o outro com fratura exposta em uma das pernas. A área foi isolada e a perícia conduzida pela Polícia do Exército e a Delegacia de Polícia Judiciária Militar”, acrescenta a nota.

De acordo com a Polícia Militar, a perseguição policial ao veículo suspeito teve início na Avenida Brasil, na altura de Ricardo de Albuquerque, e foi feita por agentes do Batalhão de Policiamento de Vias Expressas. Durante a perseguição, o carro entrou na Avenida Duque de Caxias, na Vila Militar, em Magalhães Bastos.