Criação de Ministério da Segurança corrige omissão histórica, diz Robinson - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

02/03/2018

Criação de Ministério da Segurança corrige omissão histórica, diz Robinson


O governador Robinson Faria participou nesta quinta-feira, 1, no Palácio do Planalto, em Brasília, de um encontro do Governo Federal com todos os governadores. A reunião, convocada pelo presidente Michel Temer, teve como foco a elaboração de agenda nacional voltada para setor.

O evento também serviu para a apresentação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, cujo titular é o ex-ministro da Defesa Raul Jungmann.

Entre os encaminhamentos da reunião com governadores, Temer anunciou linha de crédito de R$ 42 bilhões, disponível para investimento ainda neste ano. Serão R$ 5 bilhões já em 2018. Os R$ 37 bilhões restantes serão liberados entre 2019 e 2022.

No encontro, o governador Robinson Faria destacou que criação da nova pasta corrige omissão histórica. “Nunca tivemos no Brasil uma política nacional de segurança pública. Essa falha de décadas levou o país a amargar a violência que hoje enfrentamos”, afirmou.

Para Robinson, Ministério da Segurança Pública significa a possibilidade de colaboração entre os entes.

“Sugeri no Fórum de Governadores e no Encontro de Governadores que tivéssemos uma integração entre União, estados e municípios. Os governadores não podem ser os únicos responsáveis por solucionar todos os problemas”, disse chefe do Executivo potiguar, lembrando sugestão dele da criação de comitê nacional permanente de crise.

No evento, governador destacou ainda que aguarda próximos passos adotadas pelo mais novo ministério do Governo Federal.

“Devemos celebrar a criação do Ministério, mas não é só isso. A questão prisional, por exemplo, integra a discussão sobre Segurança Pública, assim como a atuação dos setores de inteligência. Não podemos abordar a segurança pública de forma setorizada e isolada”, finalizou.