José Vieira lança pré-candidatura ao Senado após desistência do “Rei do Melão” - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

30/03/2018

José Vieira lança pré-candidatura ao Senado após desistência do “Rei do Melão”


O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Vieira, assumiu na quinta-feira, 29, sua pré-candidatura ao Senado nas próximas eleições. O anúncio acontece no mesmo dia em que o empresário Luiz Roberto Barcelos, diretor da Agrícola Famosa, decidiu abandonar a disputa.

De acordo com José Vieira, sua pré-candidatura é uma maneira de “dar continuidade” ao projeto político de parcela do empresariado, após a desistência do “Rei do Melão”, como Barcelos é conhecido. “Queremos que o projeto continue. E nomes como os dos empresários Bira Rocha e Fernando Bezerra estão me incentivando, vendo a necessidade de uma candidatura do setor produtivo”, destacou.

O líder da Faern registrou, contudo, que a confirmação da sua candidatura dependerá do desempenho em pesquisas. “Vamos avaliar a receptividade ao nosso nome e como se configurarão os apoios. Queremos trabalhar uma chapa que tenha compromisso com o Rio Grande do Norte, uma chapa que esteja preocupada em resgatar a importância e a economia do estado”, acrescentou ele, que deverá ter o apoio de Barcelos no pleito.

Para ser candidato, Vieira tem de oficializar sua filiação partidária até o dia 7 de abril. Ele afirma que tem conversado com líderes de alguns partidos antes de tomar a decisão. “Como não estávamos esperando [desistência de Barcelos e lançamento de pré-candidatura], estamos avaliando as opções. Tirando o PT, não tem partido descartado”.

Apesar de frisar que ainda não escolheu a agremiação, o presidente da Faern lista três partidos com os quais tem dialogado: Podemos, PSDB e PRB.

Este último partido recebeu durante a semana a filiação do empresário potiguar Flávio Rocha (Grupo Guararapes), um dos principais incentivadores do lançamento de candidaturas de empresários no próximo pleito. Este fator, segundo o próprio Vieira, pode facilitar as negociações, mas não há nada definido. “Fui procurado por alguns empresários sobre essa oportunidade do PRB. Ficamos de sentar na segunda-feira. Mas temos outras opções”, pondera.

A respeito do apoio para o Governo do Estado, José Vieira disse que só tem restrições ao PT – que deverá lançar Fátima Bezerra – e ao atual governador, Robinson Faria (PSD). “A nossa tendência é não caminhar com o PT nem com o atual governo. Estamos avaliando as candidaturas. Temos que ver, no conjunto, onde é que nós podemos agregar mais”, finaliza.