Matéria do Fantástico contra Robinson foi “requentada” e “apelativa”, afirma Dison - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

12/03/2018

Matéria do Fantástico contra Robinson foi “requentada” e “apelativa”, afirma Dison


O deputado estadual Dison Lisboa (PSD) classificou como “requentada” e “apelativa” a reportagem exibida neste domingo, 11, pelo programa Fantástico, da TV Globo, que retratou acusações contra o governador Robinson Faria (PSD) no âmbito das operações Dama de Espadas e Anteros.

De acordo com o parlamentar, que é líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa, a reportagem não apresentou “nenhuma novidade” sobre o assunto. Na matéria, o Fantástico mostrou que a ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês, contou ao Ministério Público Federal que Robinson “comprou o seu silêncio” com mesadas.

A intenção do governador ao fazer os repasses, segundo Rita, era encobrir fatos investigados na Dama de Espadas. A operação, deflagrada em 2015, apura desvio de recursos da Assembleia Legislativa. Um dos períodos investigados coincide com a época em que Robinson era presidente da Casa. Outra operação, a Anteros, iniciada no ano passado, apura possível obstrução de Justiça de Robinson.

“Foi uma matéria requentada, não tem nenhuma novidade. Isso, inclusive, já foi alvo de outra reportagem. Acho que foi uma coisa direcionada [a Robinson]. Ficou uma coisa muito apelativa”, destacou Dison.

O deputado do PSD criticou também a “mistura” de informações na reportagem. Isso porque, além de Dama de Espadas e Anteros, o Fantástico citou a operação Candeeiro, na qual Robinson não é o principal alvo, e sim o deputado estadual Ricardo Motta (PSB), que sucedeu o governador na presidência da Assembleia.

“O Idema [órgão do qual teriam sido desviados recursos, foco da Candeeiro] foi todo reformulado na gestão do governador Robinson. A reportagem misturou uma operação com a outra. Foi uma coisa muito direcionada”, pontuou.