Vendas do comércio varejista no Brasil fecham janeiro com crescimento - Joabson Silva

NOVAS

14/03/2018

Vendas do comércio varejista no Brasil fecham janeiro com crescimento


Em janeiro deste ano, o volume de vendas do comércio varejista no Brasil cresceu 0,9% em relação a dezembro de 2017. Na comparação com janeiro de 2017, esse indicador subiu 6,5%, nona taxa positiva seguida.

O acumulando nos últimos doze meses cresceu 4,6% em janeiro de 2018, sua maior variação positiva desde setembro de 2013 (4,9%), e manteve a trajetória de alta iniciada em julho de 2016, quando o indicador era de menos 10,4%.

O acréscimo de 0,9% no volume de vendas do comércio varejista na passagem de dezembro de 2017 para janeiro de 2018, série ajustada sazonalmente, teve perfil generalizado de crescimento, alcançando cinco das oito atividades investigadas.

O setor de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com expansão de 3,1% no volume de vendas frente a janeiro de 2017, foi a atividade que exerceu o maior impacto positivo no desempenho global do varejo.

O aumento da massa de rendimentos reais habitualmente recebida e a redução sistemática da inflação de alimentação no domicílio foram os principais fatores que impulsionaram o desempenho positivo do setor.

O setor de Móveis e eletrodomésticos registrou crescimento de 5,3%, com a terceira maior influência positiva sobre a taxa do varejo na comparação com janeiro do ano passado.

Esse resultado, acima da média geral das vendas, está associado à maior disponibilidade de crédito à pessoa física. Em termos de resultado acumulado nos últimos 12 meses, a taxa ficou em 9,6%, mantendo a trajetória de recuperação iniciada em março de 2016 quando o indicador era de -16,6%.