“Acho que serei candidato”, afirma Garibaldi sobre candidatura em 2018 - Blog do Joabson Silva | Opinião e notícia

NOVAS

11/04/2018

“Acho que serei candidato”, afirma Garibaldi sobre candidatura em 2018


Presidente do MDB no Rio Grande do Norte, o senador Garibaldi Alves Filho esteve presente na cerimônia de posse do novo prefeito de Natal, Álvaro Dias, correligionário de Garibaldi no partido, realizada na noite desta terça-feira, 10. Contudo, além de falar o que espera da gestão emedebista, o senador também comentou o que espera da eleição de 2018 e se será ou não candidato a reeleição. E o “acho” usado na resposta, acabou confirmando as conjecturas e as incertezas sobre o futuro político de Garibaldi.

“Eu acho que vou ser candidato a senador, viu?!”, respondeu o senador, ao ser questionado sobre a que se candidatará em 2018. Nas últimas semanas, Garibaldi se mostrou em dúvida sobre seu futuro político e estaria cogitando uma candidatura a deputado estadual. A ideia era, aos 71 anos, desacelerar a agenda semanal em Brasília e ficar mais no Estado, até atendendo a pedido da família.

No entanto, com a resposta do senador, parece que o pedido dos políticos é que está prevalecendo na definição sobre o futuro de Garibaldi. Afinal, a possibilidade de ser candidato a estadual teria deixado insatisfeito a reduzida bancada emedebista na Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Nelter Queiroz, correligionário de Garibaldi Filho, foi um dos críticos a desistência do senador do projeto de reeleição em Brasília. Segundo Nelter, além de não ajudar a “puxar” votos para ele e Hermano Morais (o outro parlamentar que o MDB tem hoje na Assembleia), uma eventual candidatura de Garibaldi ainda atrapalharia.

“Disse a ele que não ajudava em nada, porque ele tira votos de deputados estaduais e leva para ele. Não vejo como ele puxar uma bancada. É muito mais importante ele para o Senado, porque puxa muito mais. Os espaços para Assembleia estão quase todos ocupados”, avaliou o deputado em entrevista na manhã desta quarta-feira, 11, a rádio 96fm.

POSSE

De volta à chefia da Prefeitura de Natal após 29 anos, o MDB retorna ao cargo com o ex-deputado Álvaro Dias, vice-prefeito de Carlos Eduardo Alves (PDT), que renunciou na última sexta-feira, 6, para disputar o Governo do Estado em outubro. “É uma grande responsabilidade que o MDB está assumindo, principalmente depois da gestão Carlos Eduardo. Mas eu confio na inteligência e na sensibilidade do ex-deputado Álvaro Dias. Acho que vai corresponder plenamente a expectativa do natalense”, avaliou Garibaldi Filho, que foi, curiosamente, o último prefeito emedebista que Natal teve, com mandato encerrado em 1989.

Sobre o fato de Álvaro Dias não ter “história política” na capital do Estado e ter como principal base eleitoral a região do Seridó, Garibaldi disse não ver problema. Afinal, Álvaro assumirá um legado administrativo já montado por Carlos Eduardo. “Não vejo muito cabimento não (em eventuais dificuldades por Álvaro não conhecer Natal, por ser de Caicó). Ele tem condições de governar. E não vejo nenhuma dificuldade porque Natal tem em torno da prefeitura uma equipe muito boa que Carlos Eduardo está deixando. Tenho certeza que para dar tranquilidade para enfrentar os problemas da cidade”, acrescentou o senador.