- Joabson Silva

NOVAS

17/04/2018


Anunciado como reforço do Corinthians no fim de semana, o meia Fessin, do ABC, teve um início de carreira tão meteórico quanto o do ex-companheiro Matheus Matias, contratado pelo Timão em fevereiro. O jogador de 19 anos fez sua estreia como profissional pelo Alvinegro de Natal em setembro do ano passado, durante a reta final de Série B do Campeonato Brasileiro, e logo chamou a atenção de grandes clubes do país.

Paraibano de Campina Grande, Jefferson Gabriel Nascimento Brito, o Fessin, chegou adolescente ao time potiguar, onde passou por todas as etapas das categorias de base antes de subir ao time profissional na temporada passada.


No início deste ano, o canhoto assumiu o protagonismo na equipe e também a camisa 10. E fez jus à responsabilidade: foi eleito o craque do Campeonato Potiguar na eleição da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) e na avaliação do GloboEsporte.com.

Ao todo, Fessin tem 32 jogos como profissional no clube e marcou sete gols. Só nesta temporada, são 18 partidas e seis gols.

Um fato curioso é que Fessin e Matheus Matias, que vão se reencontrar no Corinthians, marcaram os seus primeiros gols como profissionais na mesma partida. Foi na vitória por 3 a 0 diante do Londrina, no estádio Frasqueirão, pela 32ª rodada da Série B de 2017. O jogo aconteceu na semana em que jogadores do Alvinegro haviam feito uma greve devido a salários atrasados e ameaçaram não entrar em campo.

O jogador atuou na temporada passada como um meia aberto pela esquerda, mas neste ano já rodou pelos dois lados e como um armador por dentro. Além do drible curto, Fessin também tem se destacado pelos passes que quebram as linhas de defesa e chutes cruzados.

O técnico Ranielle Ribeiro destacou em entrevista recente ao GloboEsporte.com que a confiança dada a ele tem ajudado no desenvolvimento. Ele lembrou que em uma da primeiras aparições de Fessin no profissional, contra o Goiás na Série B, o jogador chegou a ser alvo de alguns torcedores, mas evoluiu com o suporte dado pela comissão técnica e a sequência de jogos.

Sete meses depois da estreia como profissional, ele vive um momento especial na carreira. Com boas partidas, está nas principais listas de jovens revelações da temporada e tem sido acompanhado pela CBF em lista de atletas que podem compor a Seleção Sub-20. Ele foi visto in loco, inclusive, por um observador técnico da confederação. Antes de acertar com o Timão, ele também foi sondado por outros grandes clubes como Vasco e Santos.

Isso porque, além da técnica, Fessin tem demonstrado um poder decisivo neste início de ano. Foi dele o gol do título do primeiro turno do Campeonato Potiguar, quando o ABC bateu o Assu por 1 a 0 e levantou a taça.

Neste mesmo primeiro turno, o ABC venceu outras duas partidas por 1 a 0 e contou com a participação decisiva também de Fessin. Ele deu o passe para o gol da vitória diante do Santa Cruz de Natal, na estreia da competição, e fez o único gol diante do Potiguar de Mossoró.

Mesmo aos 19 anos, o jogador tem assumido responsabilidades na equipe. Ele marcou gols nos dois duelos contra o Vitória pela Copa do Nordeste - um deles de pênalti, no Barradão.

Fessin só se apresenta ao Corinthians após o término da participação do ABC na Série C do Campeonato Brasileiro, em setembro.