Robinson Faria revela que o vice Fábio Dantas queria demitir 20 mil pais de família - Joabson Silva

NOVAS

24/04/2018

Robinson Faria revela que o vice Fábio Dantas queria demitir 20 mil pais de família


O vice-governador Fábio Dantas sugeriu ao governador Robinson Faria (PSD) a demissão de 20 mil pais de família. A revelação foi feita pelo próprio governador, durante entrevista concedida ao Jornal de Fato, em Mossoró. Semana Passada, Dantas havia declarado ao mesmo veículo de comunicação que a candidatura à reeleição de Robinson Faria seria uma “insensatez”. Robinson, no entanto, agora deu o troco, expondo a articulação do vice-governador para demitir servidores públicos efetivos.

Robinson Faria criticou ainda o fato de Fábio Dantas agora falar do governo, do qual, segundo o governador, participava ativamente. “Como é que um vice-governador que participou do nosso governo, de todas as reuniões, com direito a voz, que deu sugestões, que indicou espaços no governo, quer falar mal agora?”, questionou.

De acordo com Robinson, entre as sugestões administrativas desencadeadas por Fábio Dantas Fábio, destaca-se a que envolvia a demissão de 20 mil funcionários públicos – medida essa que não foi acatada pelo governador, que optou pela manutenção do emprego dos servidores estaduais.

“Ele (Fábio) tem dito que ofereceu uma fórmula para enfrentar a crise. Qual foi a fórmula? A que ele queria que eu demitisse 20 mil servidores efetivos, pais de família? Eu não faço isso. Eu estou pagando um preço por não ter demitido, como queria o vice-governador. Não estou arrependido. Ao contrário. Estou tentando salvar o emprego deles”, revelou.

DESQUALIFICAR PEQUISAS

Na entrevista, o governador também buscou desqualificar as pesquisas eleitorais, que revelam que a gestão estadual é reprovada por mais de 80% da população. “Na minha opinião, essas pesquisas não são reais. São feitas pelos mesmos institutos que diziam que eu não ganharia as eleições em 2014. Os institutos diziam que Henrique Alves (ex-candidato a governador, derrotado por Robinson nas últimas eleições) ganharia em primeiro turno com 1 milhão de votos de maioria. Abertas as urnas, eu ganhei as eleições com 150 mil votos de maioria. Lembro que O Jornal de Hoje, de Natal, dois dias antes das eleições, publicou manchete com a pesquisa Certus que dizia: “Eleição empatada, só domingo saberemos quem será o governador”, quando todos sabiam que eu ganharia as eleições, como de fato ganhei com 54% dos votos. Alguns desses institutos são ligados a marqueteiros de pré-candidatos a governador, que ficam tentando manipular a opinião pública. É uma tentativa de querer isolar o governador do estado. Então, para mim, essas pesquisas não têm nenhum valor científico.

Para Robinson, a sua administração é bem melhor do que as que foram realizadas por seus antecessores. “Na minha avaliação, com toda a honestidade, eu acho que diante da crise profunda que enfrentamos, eu fiz e faço uma gestão bem melhor do que meus antecessores, que governaram o Estado no momento em que o país vivia uma situação bem mais confortável”, destaca.