Magistrada que ofendeu professora potiguar com síndrome de Down se desculpa - Joabson Silva

NOVAS

18/04/2018

Magistrada que ofendeu professora potiguar com síndrome de Down se desculpa


Marilia Castro Neves pediu desculpas para a professora natalense Debora Seabra, primeira docente brasileira portadora de síndrome de Down. No final da postagem, muito rapidamente, citou o caso Marielle e também o deputado Jean Wyllys.

A desembargadora também divulgou em suas redes sociais notícias falsas contra a vereadora Marielle Franco, assassinada em março no Rio de Janeiro, e dias depois fez uma postagem discriminando portadores de síndrome de down. Neves já foi defensora pública, promotora de Justiça, procuradora de Justiça e, através do MP, pelo Quinto Constitucional, chegou o cargo de desembargadora.

A magistrada está enfrentando três investigações no CNJ por causa das postagens. Veja o texto postado pela desembargadora, na íntegra: