Rio Grande do Norte tem 3,5 milhões de linhas telefônicas móveis ativas - Joabson Silva

NOVAS

04/04/2018

Rio Grande do Norte tem 3,5 milhões de linhas telefônicas móveis ativas


O Rio Grande do Norte tem 3,5 milhões de linhas móveis no Rio Grande do Norte, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os números são referentes ao mês de fevereiro deste ano e apontam queda de 6,29% em relação ao mesmo período de 2017.

Em apenas um ano, foram perdidas 247 mil linhas. Com uma população estimada de 3,5 milhões de habitantes, o estado tem hoje uma relação de uma linha por habitante, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Ainda de acordo com o levantamento da Anatel, o Rio Grande do Norte perdeu 13 mil linhas a menos entre janeiro e fevereiro deste ano.

O estado é o sexto em número de linhas em todo o Nordeste. Representa cerca de 6% da telefonia móvel de toda a região.

Em todo o país, a Anatel registrou um total de 235,6 milhões linhas móveis em fevereiro de 2018. Em relação ao mês anterior, janeiro de 2018, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de linhas 574.379. Em comparação ao ano passado, fevereiro de 2017, houve uma redução de 7,2 mil linhas de telefonia móvel. Do total de linhas móveis do país, 146.041.021 são pré-pagas e 89.614.484 são pós-pagas.

Gratuidade em orelhões

A Anatel vai manter até 30 de setembro a gratuidade de chamadas originadas de orelhões da prestadora Oi no Rio Grande do Norte e outros 11 estados (Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Roraima). A gratuidade é validade para telefones fixo ou celular de todo o país.

A medida de imposição da gratuidade considerou os percentuais de disponibilidade de orelhões da Oi avaliados pela Anatel em 28/02. Segundo a regulamentação, as concessionárias não devem apresentar disponibilidade de orelhões abaixo de 90% nos estados e abaixo de 95% nas localidades sem telefone fixo individual.