Cadeia Pública de Ceará-Mirim será liberada em até 30 dias, aponta SIN - Joabson Silva

NOVAS

10/05/2018

Cadeia Pública de Ceará-Mirim será liberada em até 30 dias, aponta SIN


A obra da Cadeia Pública de Ceará-Mirim está concluída, segundo informações da Secretaria Estadual de Infraestrutura (SIN). A construção passa por ajustes no sistema de combate à incêndios e será liberada em até 30 dias.

De acordo com a SIN, o início das operações depende, também, de uma vistoria de responsabilidade do Corpo de Bombeiros. A unidade terá capacidade para 603 vagas.

O novo presídio – com um total de 5,7 mil metros quadrados – terá três pavilhões. Cada uma das divisões terá 24 celas.

Além disso, a nova cadeia terá espaço para oficinas de trabalho, cozinha, setor médico, visita íntima e banho de sol para os internos.

A construção custou R$ 26 milhões, com R$ 14 milhões em recursos provenientes do Governo Federal e outros R$ 12 milhões de contrapartida do Estado.

A força de trabalho será dos 571 agentes penitenciários aprovados no último concurso da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc).

De acordo com a Sejuc, a pasta já iniciou o planejamento de ocupação da nova unidade. O serviço não será detalhado, por questões de segurança, já que envolve transferência de presos e de trânsito dos agentes prisionais.