Falta gás de cozinha em Japi - Joabson Silva

NOVAS

30/05/2018

Falta gás de cozinha em Japi


Apesar de pacífica, a paralisação dos caminhoneiros – que já dura 10 dias –  tem provocado desabastecimento de combustíveis e de alimentos em diversos municípios do país. Em Japi não é diferente. 

Depois de o município registrar a falta de gasolina no único posto de combustíveis da cidade, na segunda-feira (28), agora são as empresas revendedoras de gás liquefeito de petróleo (GLP, o gás de cozinha) que começam a sentir o reflexo da greve. Ontem (29) começou a faltar o produto no município e, com estoque zerado, não há nem perspectiva de abastecer novamente o mercado em razão do impedimento dos caminhões em trafegar pelas rodovias. O desabastecimento do produto vem fazendo com que moradores busquem outras alternativas para conseguir cozinhar, como o uso de fogão a lenha ou carvão.

Apesar do fim dos bloqueios que aconteciam na BR-226, em Santa Cruz, e na RN-092, que dá acesso a Japi, há ainda dezenas de protestos radicais em outros pontos do estado que impedem que cargas com combustíveis, gás de cozinha e outros insumos cheguem aos municípios.