Greve dos caminhoneiros gera impactos no abastecimento da Ceasa - Joabson Silva

NOVAS

24/05/2018

Greve dos caminhoneiros gera impactos no abastecimento da Ceasa


No quarto dia de greve dos caminhoneiros, o cenário é de desabastecimento em vários setores do país. Foram registrados protestos de caminhoneiros em 24 Estados, com 384 pontos de rodovias bloqueadas.

A CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos), registrou até a quarta-feira (23) os seguintes números de bloqueios: 160 no Sul, 105 no Sudeste, 51 no Nordeste, 56 no Centro-Oeste e 12 no Norte.

O Diretor Técnico da Ceasa, Hagaci Virgínio, pontua que aproximadamente cerca de 40 caminhões deixaram de chegar a Central de Abastecimentos nesta quinta-feira (24), causando desabastecimento de alimentos como batatinha inglesa, cenoura, tomate, chucu, repolho, entre outros.

Dessa forma, a partir de amanhã os reflexos da paralisação que gera o desabastecimentos de alimentos, pode causar impactos nos supermercados do Estado com a falta de produtos essenciais na mesa do consumidor, gerando alta de preços.

A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária) diz se preocupar com o desabastecimento e o impacto no PIB (Produto Interno Bruto), segundo Renato Conchon, coordenador do núcleo econômico da entidade.