Em depressão, Johnny Depp fala sobre crise e vontade de morrer - Joabson Silva

NOVAS

26/06/2018

Em depressão, Johnny Depp fala sobre crise e vontade de morrer


Johnny Depp revelou, em entrevista à revista “Rolling Stones”, que estava em depressão. O intérprete do capitão Jack Sparrow, personagem da saga “Piratas do Caribe”, relembrou momentos em que esteve prestes a sacar a própria vida por conta da doença.

O artista recebeu um disgnóstico de depressão e tentou se matar. “Estava tão pra baixo. Era como se acreditasse que tinha partido. Pensava ‘Você vai chegar em algum lugar com os olhos abertos e sair de lá com os olhos fechados’. Eu não podia suportar aquela dor todos os dias”, disse Depp.

O galã, aos 55 anos, admitiu que passou a escrever suas memórias para enfrentar uma batalha judicial que travou contra seus assistentes ao descobrir que parte de sua fortuna poderia ruir.

“Eu tomava vodca logo de manhã e começava a escrever até que as lágrimas enchessem meus olhos e eu não pudesse ver nada. Tentava entender o que tinha feito para merecer aquilo. Tentei ser gentil com todos, porque a verdade é o que mais importa para mim. E tudo isso ainda segue acontecendo”, contou o ator.

Além das questões financeiras, Depp foi acusado de agredir a ex-mulher, a atriz Amber Heard, e teve que pagar uma indenização de U$ 7 milhões (R$ 26 milhões). O trabalho também sofreu com a queda de qualidade. Johnny esquecia as falas e teve que usar um ponto eletrônico como auxílio.