Policial militar gay é vítima de homofobia e caso vai parar na Justiça - Joabson Silva

NOVAS

26/06/2018

Policial militar gay é vítima de homofobia e caso vai parar na Justiça


Depois de assumir publicamente namoro com Mauro Ximenes, o Policial Militar de Brasília Wallace Ferreira Pereira foi alvo de homofobia nas redes sociais e o caso foi parar na Justiça.

De acordo com informações do site da Revista Fórum, o casal decidiu tomar as medidas legais cabíveis contra o autor da mensagem ofensiva compartilhada em algumas plataformas digitais.

Tudo aconteceu quando Vander Marquezini se demonstrou incomodado pelo fato do agente ter assumido um relacionamento homoafetivo e decidiu criticar a postura dos novos policiais que, segundo ele, querem ter “a bunda mais bonita” do que “as mulheres”.

“Antigamente só tinha PM barrigudão que comia PF [prato feito] de arroz com feijão e torresmo naqueles botequins pé sujo. Aí a PM começou a exigir faculdade e começaram a chegar uns caras que não comem carne gordurosa porque faz mal, só bebem suco Detox e acham que têm a bunda mais bonita que a das mulheres. Só podia dar nisso”, escreveu ele em um grupo de Facebook.