Marinha homenageia combatentes mortos em guerra com cerimônia em Natal - Joabson Silva

NOVAS

26/07/2018

Marinha homenageia combatentes mortos em guerra com cerimônia em Natal


O Comando do 3º Distrito Naval homenageou os marinheiros mortos em guerra com uma cerimônia, nesta quarta-feira (25), em Natal. Na ocasião, foram realizados um “Toque de Silêncio”, três salvas de fuzil e também foi lançada uma coroa de flores no Rio Potengi para celebrar a memória daqueles que perderam suas vidas a bordo dos navios da Marinha do Brasil (MB) e da Marinha Mercante, nos conflitos armados em que o país envolveu-se na história.

Com a presença de ex-combatentes, autoridades civis e militares, além de estudantes da Escola Municipal Adele de Oliveira, do município de Ceará-Mirim, a cerimônia foi presidida pelo Comandante do 3º Distrito Naval, Vice-Almirante Joése de Andrade Bandeira Leandro.

Como ex-combatente da 2ª Guerra Mundial, o Segundo-Sargento Florêncio Câmara, de 99 anos, se emocionou ao lembrar dos companheiros que perdeu e das cenas tristes que testemunhou. Para ele, não é só necessário, como importante rememorar aqueles que deram suas vidas pelo Brasil.

Além da Corveta “Camaquã”, em 21 de julho, outros dois navios de guerra brasileiros naufragaram durante a 2ª Guerra Mundial: o Navio Auxiliar “Vital de Oliveira”, em 19 de julho de 1944, e o Cruzador “Bahia”, em 4 de julho de 1945. No conflito, faleceram nas águas do atlântico 1.456 brasileiros, sendo 486 militares da MB e 967 em navios mercantes.