PSL decide não lançar candidato a governador no RN - Joabson Silva

NOVAS

20/07/2018

PSL decide não lançar candidato a governador no RN

Girão e Wilma

A cúpula do Partido Social Liberal (PSL), ligada ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), no Rio Grande do Norte, esteve reunida nessa quinta-feira (19) para definir os últimos detalhes de união a outros partidos antes da convenção que homologará a nominata de candidatos a deputado estadual, federal e senador.

Em consonância com todos os membros, ficou decidido que o partido não lançará candidato a governador nem tampouco apoiará chapa majoritária de outras legendas. Vai se coligar na proporcional para candidato a deputado estadual com as siglas PSC, PSC, Patriotas e PSDC.

Já para federal a aliança será com PSC, Patriotas, PSDC, PV e Solidariedade.

O PSL contará com uma nominata de 18 candidatos a deputado estadual, entre eles a comunicadora Wilma Wanderley (TV União), e apenas um candidato a deputado federal. Trata-se do General Eliéser Girão Monteiro, ex-secretário de Segurança do Estado e da Prefeitura de Mossoró, na gestão Rosalba Ciarlini (PP). Ele chegou a ser cogitado como nome ao governo.

Para o senado o nome escolhido foi o de Roberto Ranconi.

A convenção da sigla está marcada para o próximo dia 28.