Taxa de ocupação hoteleira cresce no Rio Grande do Norte durante o mês de julho - Joabson Silva

NOVAS

02/08/2018

Taxa de ocupação hoteleira cresce no Rio Grande do Norte durante o mês de julho


O turismo do Rio Grande do Norte vem dando sinais de recuperação nos últimos meses. Natal, Pipa e Mossoró fecharam o último mês de 2018 com as taxas de ocupação na rede hoteleira superiores ao mesmo período do ano passado.

Segundo o último levantamento feito pela Associação Brasileira de Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), a taxa de ocupação entre os seus associados em Natal, durante o último mês de julho foi de 76%, contra 69% em 2017. Em Pipa houve uma leve alta, de 60% para 63% em 2018. Já em Mossoró, a alta na taxa de ocupação hoteleira subiu consideravelmente de 47% para 63% em 2018, durante o mesmo período.

Os números fecham a primeira metade do ano de forma positiva e animadora. Para o presidente da ABIH-RN, José Odécio Jr, isso é o resultado de trabalhos e parcerias feitas com o foco de alavancar o mercado turístico do Estado.

“O ano de 2018 está sendo muito desafiador para o turismo do Rio Grande do Norte. Mas esses números só mostram o quanto nossos esforços estão dando certo. Porém, ainda é preciso mais união entre os órgãos públicos e a iniciativa privada para aumentarmos os investimentos em promoção e divulgação do destino. Essa é a única forma de aumentarmos nossa ocupação e trazer divisas para o estado”, destacou.