TRE decide pela cassação de senador caicoense - Joabson Silva

NOVAS

01/08/2018

TRE decide pela cassação de senador caicoense


Natural de Caicó, o senador pelo Mato Grosso José Medeiros (Podemos) foi cassado por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) mato-grossense, em sessão realizada ontem (31), em Campo Grande. A cassação se deu pelo entendimento de que houve fraude na ata da convenção de 2010, alterando a ordem dos suplentes.

José Medeiros nasceu em Caicó em 1970 e se tornou professor e policial rodoviário federal. Ele fez carreira política no Mato Grosso e foi indicado suplente de Pedro Taques (PSDB) no ano de 2010, que renunciou ao mandato no Senado Federal para assumir o Governo do Mato Grosso em janeiro de 2015.

A denúncia foi feita pelo segundo suplente, o empresário Paulo Fiuza (PV). Ele reivindicou a anulação da ata da convenção e, consequentemente, o registro de candidatura de Medeiros. Com o reconhecimento do mérito do pedido, Paulo Fiuza seria o primeiro suplente e estaria, agora, no exercício do mandato de senador.

José Medeiros se manifestou por meio de sua Assessoria. A informação é de que ele vai recorrer da decisão do TRE e só vai manifestar-se sobre o assunto no “momento oportuno”.

Na mesma decisão, o Tribunal tornou o senador caicoense inelegível por oito anos e reconheceu que Paulo Fiuza deveria assumir o cargo. Por enquanto, José Medeiros permanece senador da República.