Geraldo Melo sugere a criação de um novo sistema previdenciário - Joabson Silva

NOVAS

25/09/2018

Geraldo Melo sugere a criação de um novo sistema previdenciário


O ex-governador Geraldo Melo, candidato ao Senado pelo PSDB, sugere a criação de uma nova previdência pública para o país. Segundo ele, a reforma previdenciária iniciada pelo presidente Michel Temer não corrigirá os defeitos do atual sistema, o que causará distorções graves para os futuros aposentados.

“A reforma proposta pelo governo Temer é cheia de defeitos. Eu defendo a criação de uma nova estrutura, desde que os direitos adquiridos sejam respeitados. O sistema precisa ser mais ágil e justo”, defende Geraldo Melo, em entrevista para a rádio 94 FM.

Apesar de aprovada na comissão especial da Câmara dos Deputados, a proposta de reforma acabou não sendo votada no Congresso. O projeto está parado desde fevereiro. “É um assunto indispensável, pois o atual sistema previdenciário precisa ser repensado”, justifica o tucano.

Caso seja eleito, a principal bandeira de campanha será o de atuar com políticas públicas para a área de segurança. Para o ex-governador, o aumento da criminalidade em todo o país está ligado ao fato de que a atual legislação criminal é branda. “Muitas vezes o criminoso comete um ato brutal e, pouco tempo depois, é solto. Isso não é culpa do governador e nem do juiz, mas da legislação brasileira. A legislação precisa dar segurança ao cidadão”, aponta.

Uma das ações propostas por ele é com relação à maioridade penal. Para ele, o menor de 18 anos que cometer um crime perde a “imunidade dada pela idade” e, a partir do segundo delito, passa a responder como um cidadão maior de idade.