No RN, Meirelles promete concluir transposição do Rio São Francisco e recuperar nascentes - Joabson Silva

NOVAS

24/09/2018

No RN, Meirelles promete concluir transposição do Rio São Francisco e recuperar nascentes


Candidato à Presidência da República pelo MDB, Henrique Meirelles prometeu concluir a transposição do Rio São Francisco e recuperar nascentes do “Velho Chico”, durante visita a Natal nesta segunda-feira (24). Em entrevista, ele também apontou outros projetos para a convivência da população do semiárido brasileiro com a seca, como a construção de barragens e redes para distribuição de água.

Durante sua fala, Meirelles afirmou que o país precisa enfrentar a seca de frente e apontou algumas medidas que serão tomadas, caso seja eleito. Além da transposição do São Francisco, ele defendeu a revitalização do rio, como forma de garantir o volume de água.

“Nós temos que fazer duas coisas. Primeiro, a transposição do São Francisco. Essa é uma obra em andamento e que tem que ser concluída. Segundo, nós temos que fazer a revitalização do Rio São Francisco. Nós temos também que assegurar um volume de água, uma vazão suficiente para atender todas as demandas que vão surgir com a transposição, no futuro. É um projeto viável, dá para fazer sim, com a recuperação dos mananciais, com reflorestamento de pontos-chaves, e nós vamos ter um São Francisco mais caudaloso, com maior volume de água”, declarou.

O candidato também defendeu a conclusão da construção de barragens no Rio Grande do Norte e na região como um todo, como um fator para garantir o abastecimento da região, independentemente da Natureza. “No momento em que nós fizermos essas barragens aqui nessa região e depois providenciarmos a estrutura de distribuição de água, nós vamos ver o florescimento aqui do semiárido”, afirmou Meirelles.

O presidenciável também falou sobre propostas para a Segurança Nacional e para o desenvolvimento econômico do país, em especial da região Nordeste. Entre as propostas, apontou a retomada da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). “Vamos ter a oportunidade de retomar experiências bem sucedidas. Por exemplo, a experiência da Sudene, no modelo que foi aplicado pelo Celso Furtado, já há algumas décadas. Foi um modelo muito bem sucedido, modelo de aplicações em projetos eficientes, projetos de fato geradores de emprego e que criaram o desenvolvimento do estado e da região”, comentou o candidato.

Impostos

Meirelles também criticou propostas da equipe econômica do candidato Jair Bolsonaro (PSL), como a retomada da CPMF e mudanças no Imposto de Renda. Para ele, elas ‘punem os mais pobre’ e são ‘equivocadas’.

“CPMF é uma proposta errada. Antes de mais nada prejudica aqueles de menor renda. É uma proposta que cobra imposto de todas as pessoas que fazem qualquer transação, compra alguma coisa, paga alguma coisa. Está todo mundo pagando imposto sem nem ver que está pagando. Pune exatamente aqueles de renda menor. E a proposta do imposto de renda que foi feita pelo economista do Bolsonaro também está errada. Porque ela prejudica de novo aqueles de menor renda e beneficia aqueles de renda maior. É um Robin Wood às avessas. E também é ineficiente do ponto de vista do funcionamento da economia. O CPMF demonstrou no passado que fracassou. Portanto são duas propostas equivocadas, o que mostra exatamente um candidato que já declarou que não entende nada de economia e está confirmando isso, inclusive na escolha do seu assessor econômico”, disse.