Robinson: “Vitória de Carlos Eduardo será a volta de Henrique ao poder” - Joabson Silva

NOVAS

27/09/2018

Robinson: “Vitória de Carlos Eduardo será a volta de Henrique ao poder”


O governador Robinson Faria, candidato à reeleição pelo PSD, engrossou o tom contra o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), com quem concorre por uma vaga no segundo turno contra Fátima Bezerra (PT).

Esse tom mais forte contra o adversário da Família Alves pode ser visto não só na propaganda eleitoral de Robinson, como também nas entrevistas que ele tem concedido nos últimos dias.

“Não conhece nada do Estado, nada.

A chapa é ele, Rosalba e Henrique Alves. É a volta de Henrique Alves ao poder.

Hoje ele governa Natal por indicação de Henrique Alves. Ele voltará ao poder através de seu primo se ele vencer”, afirmou Robinson Faria em entrevista ao Repórter 98, da 98 FM.

“Ele é uma Rosalba. Rosalba, em Mossoró, foi uma ótima prefeita e quis ser governadora, mas ser governador é diferente de ser prefeito.

E como prefeito, por sinal, para mim, ele foi péssimo”, acrescentou Robinson Faria, se referindo a atual prefeita de Mossoró, que atualmente apoia a candidatura de Carlos Eduardo.

Ainda sobre o ex-prefeito de Natal, Robinson Faria relembrou que ele foi responsável pela demissão de mais de 200 servidores efetivos da Urbana, enquanto o governador se negou a demitir funcionários para colocar a folha em dia.

“Foram 242 demitidos. Ilegalmente. Sem pena. E quem demite uma vez, demite duas, demite três”, acrescentou.

Nessa entrevista, Robinson também repetiu que não foi ele que quebrou o Estado e sim o grupo do ex-prefeito.

“Não posso ser julgado por uma TV de um candidato que eu derrotei. Quero ser julgado pelas minhas ações, não porque derrotei um Alves. Que crime é esse?”, questionou e desafiou: “Desafio esses governos Alves, Maia e Rosados, que governaram quando jorrava dinheiro no Brasil, quando sobrava dinheiro da Petrobras, do royalties, a fazer metade do que eu fiz no governo.

Estou pronto para o debate com eles. Com todos eles”.

Robinson Faria também afirmou que governo o Estado com as piores tempestades e sem apoio da classe política, “apenas com o apoio do deputado Fabio Faria”.

Faltando duas semanas para a votação em primeiro turno, o governador Robinson Faria disse acreditar que vai para o segundo turno.

“Essas pesquisas são fajutas, mentirosas, compradas, como foi em 2014”, acusou.

Blog do Ênio Sindino