TRE indefere candidatura de Jurandir Marinho ao Senado - Joabson Silva

NOVAS

17/09/2018

TRE indefere candidatura de Jurandir Marinho ao Senado


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu a candidatura ao Senado do ex-prefeito de Canguaretama Jurandir Marinho (PRTB).

Ele foi enquadrado pela Lei da Ficha Limpa por ser condenado por irregularidades cometidas quando prefeito ao celebrar convênio coma Funasa para construir 400 unidades sanitárias em Canguaretama. Ele entrou na lista dos fichas sujas do Tribunal de Contas da União (TCU). “Foram feitas todas, mas estava acontecendo a duplicação da BR 101 e foram feitos 70 banheiros as margens da BR em uma favela na beira da pista que foram derrubados pelo DNIT. Aí ficaram faltando 70 banheiros e o TCU mandou fazer a diligência pelos técnicos da Funasa que demoraram a fazer”, frisou.

“Eu procurei a Funasa pra fazer a fiscalização e ela foi fazer e queria confirmar in loco os beneficiários, a Funasa confirmou, pegou uma declaração de cada beneficiário, e me deu o ok. Neste interstício o TCU com a demora da Funasa pzara entregar o relatório que foram derrubados, e feito de urgência 70 casas para passar a duplicação da 101, entende, é questão ganha”, explicou.

Jurandir disse ainda que vai recorrer da decisão. “O cidadão só não pode ser candidato se tiver sentença julgadas em 2 estância por um colegiado de desembargadores e eu não tenho nem em primeira instância, entende?”, acrescentou.