Benes Leocádio avalia o resultado das eleições: renovação com ação eficiente - Joabson Silva

NOVAS

19/10/2018

Benes Leocádio avalia o resultado das eleições: renovação com ação eficiente


Com humildade e focado no mandato que se inicia em fevereiro, Benes Leocádio, eleito deputado federal mais votado, agradeceu a Deus e ao povo do Rio Grande do Norte pelos 125.841 votos, pela votação em 166 municípios e explicou que o eleitor está cada veza mais exigente, ou seja, “a partir de agora quem não der resultado, estará fora da disputa política”.

Ex-prefeito do município de Lajes, localizado na região central do Estado, Benes Leocádio também é vítima da violência – seu filho mais novo foi assassinado em uma perseguição policial após um ter sofrido um sequestro – e por isso ele sabe que o povo quer segurança. No entanto, da maneira que a segurança pública é tratada hoje, pouca coisa vai mudar.

Diante deste quadro, Benes Leocádio pretende unir uma bancada municipalista com a finalidade de elaborar projetos de lei que beneficiem os municípios diretamente. “É preciso entender que tudo acontece na cidade. Sendo assim, os municípios precisam de mais recursos”, disse. Para ele, o imposto ao usar o cartão de crédito ou débito deveria ficar no município. “Isso é algo que dá para fazer”, acrescenta.

Quando questionado sobre em que votará no segundo turno para presidente e governador durante o programa Cidade Agora, apresentado pelo jornalista Alex Viana, na 94FM, Benns Leocádio saiu pela tangente e disse que o partido ainda não decidiu, mas deve optar pela independência. Ele destacou que o PTC não atingiu a cláusula de barreira e deve se fundir a outro partido.

Para Benes Leocádio, uma profunda mudança no pacto federativo precisa ser feita no país, para que haja mais políticas definidas, ao invés de apenas de transferência de responsabilidade para os municípios, que estão sobrecarregados e, muitas vezes, despreparados para as atribuições até mesmo por falta de recursos.