Eleição de Zenaide, João e Mada faria surgir nova oligarquia, diz Carlos Alberto - Joabson Silva

NOVAS

01/10/2018

Eleição de Zenaide, João e Mada faria surgir nova oligarquia, diz Carlos Alberto


Candidato do PSOL ao Governo do Estado, Carlos Alberto Medeiros avalia que há a possibilidade de uma nova oligarquia surgir na política do Rio Grande do Norte.

Com as candidaturas de Zenaide Maia (PHS) ao Senado Federal, de João Maia (PR) à Câmara dos Deputados e de Terezinha Maia (PR) e Mada Maia (PT) à Assembleia Legislativa, Carlos Alberto acredita que uma nova família pode surgir na intenção de monopolizar a política do Estado.

“As possíveis eleições de Zenaide, João, Terezinha e Mada Maia, que são candidatos neste ano, vão na contramão da história, ao fazer a surgir no Rio Grande do Norte mais uma oligarquia – a oligarquia Maia”, disse o candidato do PSOL.

O professor Carlos Alberto defende que o eleitorado potiguar precisa votar conscientemente para não dar novas chances a famílias como os Maia e os Alves, uma vez que ele acredita que estas oligarquias não trouxeram progresso ao Rio Grande do Norte.

HISTÓRICO

João Maia foi vice de Henrique Alves (MDB) em 2014, em sua tentativa de chegar ao Governo do RN, quando foi derrotado por Robinson Faria (PSD). Na época, Maia deixou de disputar a reeleição à Câmara dos Deputados para se dedicar à campanha de Henrique, indicando, em seu lugar, a irmã Zenaide.

Com Zenaide tentando uma das duas cadeiras potiguares no Senado Federal, João Maia trabalha tanto para conseguir a eleição da irmã quanto para retornar à Câmara neste ano, ao se candidatar a deputado federal. Mada Maia, que é filha de Zenaide, também participa das articulações, assim como Terezinha Maia, esposa do atual prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio (PR), que sucedeu Jaime Calado (PMB), marido de Zenaide, na Prefeitura de São Gonçalo.