Exportação de camarão do RN caiu de US$ 80 milhões para zero, diz criador - Joabson Silva

NOVAS

19/10/2018

Exportação de camarão do RN caiu de US$ 80 milhões para zero, diz criador


Em entrevista à TV NO AR, o presidente da comissão organizadora da Feira Nacional do Camarão (Fenacam), Itamar Rocha, disse esperar que o evento que ocorrerá entre 13 e 16 de novembro reanime o setor da carcinicultura. Em 2017, o Rio Grande do Norte não exportou camarão. Marca negativa para o estado que já foi líder na comercialização do crustáceo.

“O RN exportou, em 2003, US$ 80 milhões. No ano passado, não exportamos nada”, lamentou. O montante exportado foi comparado por Rocha à produção do Equador para dar uma dimensão da baixa.

“Estamos muito mal na foto. Nosso estado, em 2003, produziu 50% da produção do Equador. Naquele ano, eles exportaram 50 mil toneladas, e nós 20 mil. Já em 2017, não exportamos nenhum quilo, e o Equador 434 mil toneladas”, ressaltou.

De acordo com Itamar Rocha, o principal “entrave” responsável pela baixa da produção é a dificuldade dos pequenos produtores, que representam 75% do setor, de conseguirem a licença ambiental. “Além disso, precisamos de financiamento e de uma empresa âncora para o pequeno produtor”, citou.

De acordo com Rocha, “se o RN tivesse mantido o crescimento do Equador estaria exportando US$ 1 bilhão”.

Veja entrevista: