“Você é um menino mimado, não sabe o que é seca”, diz Fátima a Carlos Eduardo - Joabson Silva

NOVAS

19/10/2018

“Você é um menino mimado, não sabe o que é seca”, diz Fátima a Carlos Eduardo


A candidata do PT ao Governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, chamou o adversário no segundo turno, Carlos Eduardo Alves (PDT), de “menino mimado” que “não sabe o que é a seca”. A fala aconteceu na noite desta quinta-feira, 18, durante debate na TV Band Natal.

Fátima respondia a uma crítica do adversário, que destacou que a petista teria viajado mais de vinte vezes ao exterior no atual mandato de senadora, enquanto o Estado vivencia “sua pior crise”. “O Estado, nos últimos três anos, viveu sua pior crise econômica e social, com seca, sendo o mais violento do País. Um mandato com seriedade e critérios não poderia estar viajando 26 vezes para o exterior”, afirmou Carlos Eduardo.

A petista justificou que integra o Parlasul, parlamento formado por representantes de todos os países do Mercosul que tem reuniões mensais. “Trata-se de um instrumento importante para promover o intercâmbio no campo cultural, social e econômico. Tenho dado minha contribuição na área da educação. Se reúne uma vez por mês, e é meu dever estar lá. O Parlasul contribui para a integração da América Latina, e isso significa fomentar economia, trazer mais empregos e fortalecer o continente como um todo”, argumentou.

Carlos Eduardo ironizou a justificativa e chamou o Parlasul de “Parlaturismo”. “Isso não é coisa séria”, afirmou.

Fátima rebateu. “Deixa de falsidade, Carlos Eduardo Alves. Você já me elogiou tanto, disse que eu era a melhor parlamentar do mundo. Tanto que me apoiou para prefeita de Natal em 2008. Você sempre dizia que os governos do PT foram os melhores governos do mundo para Natal. Diga uma obra que não seja oriunda dos governos do PT”, alfinetou.

“Você não sabe o que é seca. É um menino mimado, que foi para o Rio de Janeiro, Copacabana, para estudar lá. Eu conheço seca. Por isso, minha prioridade foi lutar, enquanto presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado, pelas obras de transposição do rio São Francisco”, assinalou.

“Sou filho de um jornalista, melhor prefeito da história de Parnamirim, e de uma professora concursada do Estado, hoje aposentada. Eu não sou nenhum menino mimado”, respondeu Carlos.